Voltar

Notícias

Tupy tem maiores lucros operacional e líquido e EBITDA de sua história no 3T20

Notícias

2 de novembro de 2020

Maior eficiência operacional e retomada das operações em mercados atendidos pela Companhia geraram crescimento expressivo

Joinville, 28 de outubro de 2020 – A Tupy finaliza o terceiro trimestre de 2020 com receita líquida de R$ 1.250 milhões, um crescimento de 94% em relação ao 2T20, período que marcou o pico da crise. A recuperação iniciada em junho propiciou números históricos para a Companhia, que alcançou lucro bruto operacional de                 R$ 282 milhões, com margem bruta de 23%, e lucro líquido de R$ 128 milhões (crescimento de 93% em relação ao 3T19), os maiores obtidos até hoje. O EBITDA também é recorde, R$ 249 milhões, com margem de 20%. Já o EBITDA Ajustado é de R$ 257 milhões, com margem de 21%.

O resultado é fruto de uma revisão de processos fundamentais e do fortalecimento do Sistema de Produção Tupy (SPT), que têm sido liderados por uma gestão renovada, formada por talentos internos e por profissionais que trouxeram suas experiências em outros mercados para contribuir com a Tupy. Entre as ações, destacam-se o redesenho dos fluxos, uso de data analytics para composição de materiais, desligamento de equipamentos menos eficientes, além de mudanças significativas no processo de compras, com a adoção das melhores práticas internacionais. No México, ocorreram melhoras significativas nas margens e as operações de usinagem, iniciadas em 2019, superaram o ramp up e, passada a curva de aprendizagem, contribuem cada vez mais com a rentabilidade da Empresa. Todas essas iniciativas vem sendo conduzidas para alavancar a eficiência operacional da Companhia.

A geração de caixa foi de R$ 152 milhões no período, crescimento de 28% em relação ao ano passado. Desta forma, a posição de caixa da Companhia em setembro era de R$ 1.434 milhões (R$ 1,4 bilhão).

“Os números que apresentamos neste trimestre são resultado de dois pilares muito importantes: pessoas e processos. O aumento da interação e sinergia entre as áreas tem sido relevante para a execução de mudanças estruturais. Iniciativas que vem sendo implementadas em todas as plantas tornaram a Companhia mais eficiente e capacitada para ajustar suas operações às alterações de volumes e preparada para crescer”, comenta Fernando Cestari de Rizzo, CEO da Tupy.

O papel da inovação na eficiência operacional

A adoção de novas tecnologias e aplicação do conceito de inovação aberta, já utilizado no desenvolvimento de produtos, também foram ampliadas. Um exemplo é o desenvolvimento de modelos matemáticos complexos, que têm auxiliado a engenharia metalúrgica a otimizar a combinação de materiais e parâmetros de equipamentos, de forma a torná-los mais eficientes, levando em consideração critérios técnicos e econômicos. Outro projeto, ainda em fase de testes, usa da inteligência artificial para analisar diversas variáveis e com isso, identificar, de forma preditiva, eventuais não conformidades no processo e apontar as melhorias necessárias.

Atuação junto à comunidade e combate à COVID-19

A Companhia continua adotando um rígido protocolo de segurança suas plantas, além de manter em casa cerca de 600 pessoas identificadas como grupos de risco, bem como mães com filhos de até 10 anos. Na comunidade, tanto no Brasil quanto no México, tem sido realizadas doações para entidades que estão diretamente envolvidas no atendimento e promoção da saúde. O Centro de Triagem e Testagem sediado nas instalações recreativas da Tupy, em Joinville-SC, já atendeu mais de 20 mil pessoas, contribuindo para evitar a sobrecarga do sistema público de saúde.

Sobre a Tupy

Multinacional brasileira que desenvolve e produz componentes estruturais em ferro fundido de elevada complexidade geométrica e metalúrgica. Essas soluções de engenharia são aplicadas nos setores de transporte, infraestrutura, agronegócio e geração de energia e contribuem com a qualidade de vida das pessoas, promovendo o acesso à saúde, ao saneamento básico, à água potável, à produção e distribuição de alimentos, ao comércio global. A inovação tecnológica envolvida na produção e na criação destas peças é a especialidade da empresa, em seus mais de 80 anos de história. Sua produção se concentra nas fábricas brasileiras, em Joinville/SC e Mauá/SP, e no exterior, nas cidades de Saltillo e Ramos Arizpe, no México. Além disso, possui escritórios comerciais em São Paulo, EUA e Alemanha.

Imprensa

Subir